Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

22 OUT
16h59

Greve de transportadores afeta distribuição de combustíveis no Rio, São Paulo e Minas Gerais


Greve de transportadores afeta distribuição de combustíveis no Rio, São Paulo e Minas Gerais
A greve iniciada ontem por caminhoneiros representantes das empresas transportadoras e encerrada no início da tarde desta sexta-feira afetou a distribuição de combustíveis em vários locais de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. De acordo com representantes sindicais, a expectativa é que a situação seja normalizada em 24 horas nos três estados.
 
Entenda: Por que furar o teto de gastos afeta a inflação, o dólar e o emprego?
 
O executivo de uma distribuidora disse que "o problema foi geral e afetou todas as distribuidoras". O presidente do Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados de Petróleo de Minas Gerais (Sindtanque-MG), Irani Gomes, disse que a greve foi suspensa sem uma solução para o preço alto do diesel.
 
Ailton Gomes, da Associtanque-RJ, lembrou que reuniões foram marcadas para semana que vem com autoridades dos governos estadual e federal para reduzir o preço do diesel.
 
Em Minas Gerais, estima-se  que cerca de 800 caminhões participaram do movimento hoje. Juntos, o Sinditanque-MG, Sinditanque-SP e a Associtanque-RJ representam mais de 3 mil motoristas de caminhão.
 
www.globo.com.br - Bruno Rosa, Martha Imenes e Lucas França
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Postado às 16h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".