Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

28 OUT
23h28

Romero assina ordem de serviço para construção do Terminal de Integração Temporal


Romero assina ordem de serviço para construção do Terminal de Integração Temporal

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, assina às 10h00 desta terça-feira, a ordem de serviço para construção do Terminal de Integração Temporal do Chico Mendes nas Malvinas. As obras estarão sendo iniciadas oficialmente na Rua Caicó – (Canal do bairro do Chico Mendes).

Segundo ele, é mais um compromisso de administração, em consonância com os interesses da população de Campina Grande, e um benefício que contemplará um significativo número de habitantes do Município, numa ação de continuidade ao projeto de transporte por cartão temporal, sendo o terminal um ponto fixo que permitirá fazer interligação com outras linhas.

Estando localizado no conjunto Chico Mendes, toda a região das Malvinas será contemplada pelo Terminal de Integração Temporal, com vários benefícios para a população, que terá mais segurança com a instalação de um novo sistema de iluminação e o melhoramento da malha viária.

Com o intuito de promover outras melhorias ao Sistema de Transporte de Passageiro, a gestão do prefeito Romero Rodrigues elaborou o Projeto de Transporte da Região Oeste, tendo como principal formato a criação da primeira linha alimentadora da cidade, ampliação da Integração Temporal e implantação do novo terminal.

A nova linha alimentadora vai melhor à prestação de serviço pelo modal ônibus, garantindo mais segurança, celeridade e conforto aos usuários. O projeto também contempla a criação da primeira linha alimentadora da cidade, possibilitando a execução direta do percurso entre dois pontos extremos da região oeste, ligando a sede da AACD até o Detran, garantindo ganho de tempo para o passageiro.

Postado às 23h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".