Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

14 ABR
09h58

Humberto Pontes preside ‘Câmara no seu Bairro’ no Brisamar e cobra manutenção de praças e iluminação pública


Humberto Pontes preside ‘Câmara no seu Bairro’ no Brisamar e cobra manutenção de praças e iluminação pública
O vereador Humberto Pontes (Avante) presidiu quinta-feira, 12, a 6ª edição do ‘Câmara no seu Bairro’, realizada pela Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). O evento aconteceu no Centro Paroquial São Pedro e São Paulo, no Brisamar, e teve como objetivo fomentar o diálogo entre a população local, e também dos bairros Jardim Luna, João Agripino I e II e São José, e os legisladores da Capital. Entre as solicitações feitas pelos moradores se destacaram manutenção de praças, iluminação pública e investimento em mobilidade.
 
“Propus que o debate viesse para o bairro do Brisamar, justamente porque recebemos demandas referentes a esses temas. O abandono das praças, por exemplo, é um problema antigo. No ano passado, o nosso mandato lançou o Desafio das Praças, para que o Poder Público Municipal realizasse a limpeza e manutenção da Praça Otacílio Batista, sob pena de que fizéssemos com nossas próprias mãos. Só assim as providências foram tomadas. Temos que cobrar ações mais efetivas do prefeito e da Prefeitura”, frisou Humberto Pontes durante o evento.
 
O vereador ainda acrescentou que, em relação à segurança pública, proporcionou o diálogo entre moradores e as Polícias, para que o policiamento fosse reforçado. “Contudo, outros fatores influenciam na sensação de segurança, como uma iluminação de qualidade”, lembrou.
 
Segundo a CMJP, todas as solicitações realizadas no ‘Câmara no seu Bairro’ são catalogadas. A ideia é que as reivindicações se tornem proposituras viabilizadas no Legislativo, a fim de que sejam encaminhadas aos órgãos municipais competentes para a resolução de cada uma.

Postado às 09h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".