Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

02 AGO
20h48

Evento no auditório do HUAC destaca 30 anos de criação do SUS


Evento no auditório do HUAC  destaca 30 anos de criação do SUS
Avanços, desafios e conquistas do Sistema Único de Saúde (SUS) foram debatidos, esta semana, em evento realizado pelo Conselho Municipal de Saúde de Campina Grande. A programação ocorreu no auditório do Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC), instituição vinculada à Universidade Federal de Campina Grande e à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Atualmente, o hospital atende pelo SUS pacientes de 177 municípios paraibanos, sendo 176 pactuados com a Prefeitura de Campina Grande.
 
Criado a partir da Constituição de 1988, que estabeleceu “a saúde como um direito de todos e dever do Estado”, o SUS é um dos maiores sistemas públicos de saúde do mundo. Abrange desde o atendimento para verificação de pressão arterial até o transplante de órgãos, garantindo o acesso integral, universal e gratuito para toda a população do P​aís.
Durante a programação alusiva aos 30 anos do Sistema (ocorrida na tarde de segunda-feira, 30), o superintendente do HUAC, professor Homero Rodrigues, rebateu algumas críticas e destacou que o hospital vem buscando, após à adesão à Ebserh, a melhoria dos serviços ofertados à comunidade, inclusive no controle de jornada dos profissionais e na otimização dos recursos.
 
“Até bem pouco tempo, tínhamos profissionais contratados por 40 horas semanais que trabalhavam uma, duas horas por dia. Agora, está havendo, sim, controle e racionalização dos recursos”, explicou. Por muitos anos, ressaltou o superintendente, “chegávamos no fim do ano com um volume enorme de medicamentos e kits de laboratório vencidos, num verdadeiro desperdício de dinheiro público por falta de planejamento”, argumentou.
 
Transparência na gestão
 
Em relação à transparência, o superintendente do HUAC disse que a prestação de contas do hospital, bem como a escala de trabalho dos funcionários, é publicada mensalmente no site da instituição. “Está lá na internet o que recebemos, de onde recebemos, o que compramos, por quanto compramos e a quem compramos. Também evoluiremos, em breve, para a publicação da lista de espera de cirurgias, para ampliar a transparência do trabalho realizado na instituição”, afirmou Homero Rodrigues.
Por fim, o superintendente do HUAC lembrou que o hospital possui um conselho deliberativo, que conta com representantes dos usuários, indicado pelo Conselho Municipal de Saúde. “Convido todos os conselheiros a visitarem o HUAC, para verificarem in loco que esta casa é 100% SUS e 100% da universidade pública”, afirmou Homero Rodrigues. ​
 

Postado às 20h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".