Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

16 JAN
11h12

Profissionais de saúde criam movimento para encaminhar demandas e ganham apoio do Sindojus-PB


Profissionais de saúde criam movimento para encaminhar demandas e ganham apoio do Sindojus-PB

"Negocia Sindsaúde-PB". Este é o título do movimento formado por profissionais da área de saúde do Município de João Pessoa e do Estado da Paraíba, com a finalidade de dar andamento às demandas de grande parte da categoria que foi escanteada pela atual diretoria do Sindicato e permanece completamente desassistida.  

 O movimento conta com o apoio do Sindicato dos Oficiais de Justiça do Estado da Paraíba (Sindojus-PB), numa parceria que objetiva a troca de experiências, no sentido de agregar todos os profissionais de saúde em um entidade legitimamente representativa e forte.

O presidente e o vice-presidente do Sindojus-PB, Benedito Fonsêca e Joselito Bandeira, disseram que estão apoiando o movimento "Negocia Sindsaúde-PB", preocupados com o bem-estar e as reivindicações do pessoal da saúde, que não encontra abrigo no próprio Sindicato da classe.

Tratamento devido às pautas

“Recebemos o pessoal do movimento Negocia Sindsaúde, preocupado justamente com o desenrolar dos profissionais que trabalham com saúde no município de João Pessoa e no Estado”, declarou Benedito, acrescentando: “É um movimento que se deflagra para provocar uma situação em que o Sindicato chame esses profissionais e atenda-os no sentido de criar um movimento forte, de unidade e união, em que suas pautas sejam tratadas como elas merecem”.

Segundo ele, o apoio do Sindojus-PB é um incentivo ao pessoal da saúde. “Temos proximidade com pessoas do ramo de saúde e o nosso engajamento demonstra nossa responsabilidade e o nosso poder de servir e transformar ideias; de como deve atuar um sindicato, que é o que está faltando em relação ao Sindsaúde-PB”, concluiu.  

 

Postado às 11h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".