Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

10 AGO
11h44

Deputado Tião Gomes nega convite do G11 a Inácio Falcão e diz que ele quer se valorizar


Deputado Tião Gomes nega convite do G11 a Inácio Falcão e diz que ele quer se valorizar
Após o deputado estadual Inácio Falcão (PCdoB) declarar nesta sexta-feira (09) que teria sido convidado para integrar o bloco G11 na Assembleia Legislativa, o deputado Tião Gomes (Avante) que é integrante do grupo, negou a informação e afirmou que Inácio não tem perfil para integrar o G11.
 
“Essa informação não procede. Acredito que Inácio Falcão está tentando se valorizar perante o governo e usou o nome do G11 no intuito de conseguir algo, ou como moeda de troca. Falo em nome de todos os deputados do bloco e afirmo que ele nunca foi procurado, muito pelo contrário, se ofereceu várias vezes e pedia para deixar a vaga dele quando o mesmo tentava defenestrar o secretário Geraldo Medeiros do cargo de Secretário de Saúde. Inácio não tem o perfil do G11 e nunca existiu nenhuma conversa com ele”, afirmou o parlamentar do Avante.
 
Ainda de acordo com Tião Gomes, é até incoerente o deputado que foi expulso do partido Avante ser convidado para fazer parte de um bloco onde todos os quatro deputados do partido estão inseridos e são maioria, além do líder ser do Avante. “Seria muita incoerência convidar um deputado que foi expulso do partido para fazer parte de algo que tem a liderança do Avante e tem a maioria dos deputados do Avante. Portanto, a informação não procede”, disse.
 
Finalizando, Tião Gomes destacou que vem observando que existe uma campanha muito bem patrocinada para desqualificar o G11 e alguns deputados, através de notas totalmente infundadas plantadas na imprensa. “Há uma onda de Fake News na imprensa para desqualificar nosso grupo que está mais unido e mais forte. Quanto mais bate, mais o G11 cresce”, reforçou.

Postado às 11h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".