Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

13 SET
15h22

Abertura oficial do 17º Convergência reúne Tabeliães de Protesto de todo o País


Abertura oficial do 17º Convergência reúne Tabeliães de Protesto de todo o País

Teve início na noite de ontem (quarta-feira) o Congresso Nacional de Tabeliães de Protesto, no auditório do Wish Serrano Resort & Convention, em Gramado. A cerimônia de abertura reuniu cerca de 400 participantes, representantes dos cartórios de protesto e entidades de classe de todos os Estados brasileiros.

Em discurso de abertura, o presidente do Instituto de Estudos de Protesto do Rio Grande do Sul (IEPRO-RS), Romário Mezzari, falou sobre a ligação do Protesto ao sistema financeiro. “Vários temas serão debatidos aqui, tendo como finalidade inserir os Tabelionatos de Protesto no sistema financeiro nacional como uma engrenagem essencial, que trabalha de uma forma segura para a recuperação de ativos”. Lembrou, ainda, da importância da evolução dos Cartórios.

“É hora de mostrarmos porque somos importantes e porque o Cartório de Protesto deve, para o bem da sociedade, permanecer ativo e próximo do cidadão, prestando um serviço ágil moderno e seguro”, disse. Mezzari ressaltou que “para isso, é imperativo que estejamos dispostos a enfrentar desafios e encarar de mente aberta as modernidades e facilidades da tecnologia”.

Exemplo de eficiência

O presidente do Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil (IEPTB-BR), Leo Almada, elogiou o evento e ressaltou o excelente trabalho realizado por Romário Mezzari e também pela Coordenadora da CRA-RS, Tânia Mezzari. “Ambos estão dando um exemplo de eficiência na organização do 17º Convergência, que há dois anos vem sendo planejado para que hoje tivéssemos essa estrutura que vemos”.

Compuseram a mesa de autoridades o presidente do Colégio Nacional de Corregedores, o desembargador-corregedor Fernando Cerqueira; representando a Confederação Nacional de Notários e Registradores do Brasil, Germano Toscano de Brito; o presidente da ANOREG/BR, Claudio Marçal Freire; a Corregedora-geral da Justiça do Rio Grande do Sul, Denise Oliveira Cezar; o presidente do Colégio Notarial do Rio Grande do Sul, Ney Paulo Silveira de Azambuja, que nesta ocasião representa também a Fundação Escola Notarial e Registral do Rio Grande do Sul (ENORE/RS); representando o Colégio Registral do Rio Grande do Sul (SINDIREGIS), o Tesoureiro-geral das duas entidades, Edison Ferreira Espíndola; representando a Arpen-RS, o diretor de políticas sociais e cidadania da entidade, Gerson Guerlach dos Santos; representando a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, o deputado estadual Elizandro Sabino; a presidente da subseção de Igrejinha e julgadora do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/RS, Carine Santos Martini, que representou o presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, e o prefeito de Gramado João Alfredo de Castilho Bertolucci

Rio Grande do Sul como sede

O Convergência é um evento itinerante e realizado anualmente. Em 2019 coube ao Rio Grande do Sul receber tabeliães de todo o Brasil em Gramado. A história do Estado, com pitadas de bom humor e sarcasmo, foi tema de palestra inaugural do historiador e jornalista Eduardo Bueno, o Peninha. A cultura local ainda foi representada pela apresentação do músico Borghettinho, que entoou na gaita o Hino Rio-grandense, e pelo CTG Manotaço, com um pocket show de danças tradicionais gaúchas.

O 17º Convergência segue até amanhã (sexta-feira). A palestra que abriu a programação desta quinta-feira, 12, foi do professor Leandro Karnal, que abordou os fatores que travam o desenvolvimento humano.

Postado às 15h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".