Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

22 NOV
17h23

Ruy Dantas abre convenção anual da Unimed Norte/Nordeste e defende mudança nas estruturas de marketing das empresas


Ruy Dantas abre convenção anual da Unimed Norte/Nordeste e defende mudança nas estruturas de marketing das empresas
O presidente do Sin Group, o publicitário Ruy Dantas, abriu na manhã desta sexta-feira, 22, no Hotel Atlantic Plaza, em Recife-PE, a convenção anual da Unimed Norte/Nordeste, que é presidida pelo médico paraibano Reginaldo Tavares.
 
Na ocasião, o publicitário falou sobre os desafios do marketing 4.0 na chamada “Nova Economia”. Ruy pontuou que a transformação digital é a maior causadora de estresse no ambiente organizacional. 
 
“A transformação digital é um processo que está sempre em evolução. O futuro tem chegado  pela porta dos fundos das agências, houses e departamentos de marketing. Todos foram praticamente atropelados pela tecnologia e precisam mudar rapidamente”, afirmou Dantas.
 
Para lidar com esse contexto, Ruy acredita que o maior desafio das empresas de comunicação será o de “retreinar" seus colaboradores. Em sua palestra, ele contou como fez a transformação do seu negócio a partir de uma nova “Arquitetura Inspiracional”, que reavaliou direcionamentos, foco e objetivos estratégicos para construir e reconstruir propósitos.
 
Durante sua explanação, Ruy apontou as principais competências que um gestor de marketing precisa ter para lidar com a era 4.0: domínio profundo do segmento em que atua; capacidade para liderar estratégias que saibam conectar o usuário e sua marca; conhecimento para brifar agências para criar campanhas em multicanais que ajudam não somente a converter, mas também a construir ou manter sua marca na mente  dos clientes; e a expertise para liderar toda a jornada de atração do cliente.
 
Para o publicitário, outro fator essencial é que esses profissionais saibam lidar com ferramentas e estratégias como malas diretas, emails e mobile para que elas trabalhem juntas com as mídias tradicionais como rádio e TV para alcançar a pessoa certa, com a mensagem certa, na hora certa, bem como o discernimento para saber que dados precisam ser atualizados e interpretados o tempo todo.
 
“O consumidor conectado à internet gera uma quantidade enorme de dados e as estruturas reduzidas no marketing não conseguem acompanhar o ritmo. O lado bom disso é que existe uma variedade de ferramentas para rastrear, estruturar e alimentar esses dados para ajudar sua marca a entender os possíveis consumidores e usar cada ponto de contato com o máximo efeito”, disse Ruy. 
 
É possível medir o retorno do seu investimento e tirar proveito do completo potencial do marketing, mas para isso é preciso ter habilidade de estruturar os complexos dados do consumidor e de ir além das fronteiras tradicionais.
 
Ao final da palestra de abertura, o médico Reginaldo Tavares, presidente da Unimed Norte/Nordeste, revelou que esse é o primeiro passo para a transformação da cooperativa na área de comunicação e marketing, que vai ser enfrentada com total foco em 2020, sempre respeitando as peculiaridades do cooperativismo.
 
 

Postado às 17h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".