Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

20 MAR
13h34

Hospital Veterinário do Recife suspende consultas e cirurgias eletivas a partir de hoje (20)


Seguindo medidas anunciadas pelo Comitê Municipal de Resposta Rápida ao Coronavírus, a partir de hoje (20) o Hospital Veterinário do Recife - HVR manterá o atendimento apenas de casos emergenciais. Todas as consultas, exames e cirurgias eletivas (incluindo castrações) estão suspensos até posterior ordem. A medida visa diminuir a circulação de pessoas nas dependências do HVR para evitar uma possível propagação do novo Coronavírus.
 
Considera-se emergência todo caso que requer uma medida imediata, da qual a vida do animal irá depender, no caso de ordem vascular (hemorragias), cardiorrespiratórias (edema pulmonar agudo, síncope cardíaca), gástricas (torção do estômago, obstrução esofágica) ou neurológicas (comoção cerebral, coma, convulsões), situações que podem levar a um estado de risco de morte, bem como em casos de insolações, alergias graves e nos politraumatismos. Ao chegar no HVR, o pet passa por uma triagem e apenas os casos realmente emergenciais serão atendidos.
 
“Entendemos que os tutores ficam muito preocupados com seus bichinhos, mas, neste momento, é imperativo que as pessoas fiquem em casa. Se o seu cãozinho ou gato está com uma alergia, queda de pelo, ou coisas simples assim, mantenha-o em casa. A castração também é um procedimento que pode aguardar um momento mais oportuno para ser realizada. Evite se expor ao novo Coronavírus”, explicou Carlos Augusto Stein, secretário Executivo de Direito dos Animais da Prefeitura do Recife.
 
O Hospital Veterinário do Recife fica situado à Avenida Professor Estevão F. da Costa, S/N, no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste da cidade, e estará funcionando de segunda a sexta, das 9h às 17h.
 

Postado às 13h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".