Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

22 MAR
12h13

Defensoria Pública atualiza Portaria com medidas de contenção ao novo coronavírus


Defensoria Pública atualiza Portaria com medidas de contenção ao novo coronavírus
Para conter o avanço do novo coronavírus na Paraíba, a Defensoria Pública do Estado da Paraíba, assim como o Poder Judiciário e o Ministério Público da Paraíba (MPPB) suspenderam o expediente presencial em todas as unidades das instituições até o dia 31 de março. Com a medida, prevista no Ato Conjunto nº 03/2020 (TJ, MP, DP e OAB) e reforçada pela Portaria 236/2020, membros, servidores e estagiários que atuam no atendimento ao assistido entram, a partir desta quinta-feira (19), em regime de trabalho remoto e de sobreaviso.
 
Já os setores administrativos da DPE funcionarão em regime de rodízio e em horário reduzido: das 13h às 17h, de segunda a quinta-feira, e de 8h às 12h, nas sextas-feiras. De acordo com a Portaria, os Núcleos de Atendimento da Defensoria Pública permanecerão fechados e os defensores públicos vinculados a eles realizarão teletrabalho em regime de plantão não presencial.
 
O atendimento aos assistidos será restrito às demandas de caráter urgentes, como quando há risco à vida, à liberdade e de perecimento de direito. Estes casos serão atendidos em regime de plantão. As dúvidas poderão ser esclarecidas por meio dos telefones (83) 98838-9176 (GEA) e 3221-6922, no horário de funcionamento estabelecido na Portaria. Já em caso de demandas relacionadas à Vara de Execução Penal, o telefone de plantão é o (83) 98821-9484.
 
Ainda segundo a Portaria, a autorização de trabalho remoto será dada por escrito, pelo superior hierárquico, de forma individualizada. Na vigência da Portaria, qualquer dúvida poderá ser dirimida com a Comissão de Implementação de Política de Combate ao Coronavirús-19, composto pelo defensor público Manfredo Rosenstock e dos servidores Gláucio Barbosa e Ricardo Lucena

Postado às 12h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".