Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

19 MAI
14h26

Defensoria Pública decreta luto de três dias pelo falecimento do ex-governador Wilson Braga


Defensoria Pública decreta luto de três dias pelo falecimento do ex-governador Wilson Braga

A Defensoria Pública do Estado da Paraíba (DPE-PB) decretou luto de três dias pelo falecimento ocorrido na noite deste domingo (17), em um hospital da Capital, do ex-vereador, ex-prefeito, ex-deputado estadual, ex-deputado federal e ex-governador Wilson Leite Braga, considerado um patrono da nossa Instituição pela excepcional contribuição dada para o seu engrandecimento.

A DPE-PB emitiu Nota de Pesar, subscrita pelo Defensor Público-Geral da Paraíba, Ricardo Barros através da qual lembra que por sua visão de elevar a então Coordenadoria de Assistência Judiciária - ligada a Procuradoria Geral do Estado - à Procuradoria da Assistência Judiciária (PAJ), foi outorgada a Wilson Braga, em maio de 2018, a Medalha Defensor Público Airton Cordeiro, materializando assim o devido reconhecimento e gratidão.

“A PAJ passou a ser tratada posteriormente como Advocacia de Ofício e, com o advento da Reforma Constitucional, veio a tornar-se a Defensoria Pública do Estado da Paraíba. Não por acaso - e pelo papel incomensurável de impulsionamento à carreira do defensor público - o nome de Wilson Braga encabeçou a lista dos primeiros homenageados com a Medalha Defensor Publico Airton Cordeiro”, destaca.

Na foto, Wilson aparece com a medalha sobre o peito, ladeado pela já saudosa esposa Lúcia Braga, falecida há 10 dias, lendo a outorga a ele concedida. A comenda da Defensoria Pública, entregue há um ano no Dia do Defensor Público (19 de maio), foi a última homenagem feita em vida ao ex-governador. Ele e a esposa entram para a triste estatística das vítimas do novo coronavírus (Covid-19) no Estado da Paraíba.

Por fim Ricardo Barros expressa à família enlutada, as mais profundas condolências por tão irreparável perda.

Postado às 14h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".