Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

05 JUN
12h35

Covid-19: A pedido da DPE-PB, ingresso de novos presos em cadeia de Cuité é suspenso


Covid-19: A pedido da DPE-PB, ingresso de novos presos em cadeia de Cuité é suspenso

O ingresso de novos presos (provisórios ou definitivos) no âmbito da Cadeia Pública de Cuité-PB durante o período de isolamento social decorrente da pandemia da Covid-19 foi suspenso pelo juiz da Comarca, Iano Miranda dos Anjos e  novos custodiados devem ser encaminhados a unidades prisionais próximas.

A medida se deu em atendimento a pedido formulado pela defensora pública Carollyne Andrade Souza, com o objetivo de preservar a saúde das pessoas em situação de cárcere e evitar a propagação do coronavírus, tendo em vista oito delas terem testado positivo para o coronavírus, sido transferidas para a Capital e uma vido a óbito. Além destas, o próprio diretor da unidade foi contaminado.

A cadeia de Cuité possui somente 4 celas e a sua capacidade seria de apenas 30 presos, mas atualmente conta com 38 detentos em baixas condições de higiene e ventilação (antes da transferência dos 8, eram 46 custodiados. “Esses dados revelam que além de estar acima da capacidade, o estabelecimento possui um índice de contaminação absurdo de cerca de 20% da sua população”, destacou a defensora pública.

Em seu pedido, Carollyne Andrade alertou ainda para o risco de a situação vir a comprometer o sistema de saúde local : “Embora tenha obtido a informação de que todos os diagnosticados foram transferidos para a Comarca de João Pessoa, não é possível ter certeza de que não existam outros presos com Covid dentro da Cadeia, isso porque segundo estudos até 30%  dos exames podem receber o teste como falso negativo”, afirmou.

Postado às 12h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".