Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

30 JUN
18h38

Cresce procura por atendimento no Chat Online da Defensoria Pública


Cresce procura por atendimento no Chat Online da Defensoria Pública

Após mais de dois meses de medidas de distanciamento social, com a interrupção dos atendimentos presenciais, a Defensoria Pública do Estado da Paraíba (DPE-PB) tem realizado atendimentos remotos na assistência jurídica das pessoas que não podem pagar um advogado. Só o Chat Online, disponível no site institucional (defensoria.pb.def.br), já registrou 1.449 atendimentos no período de sete semanas.

A procura tem crescido a cada dia, conforme mostra o gráfico (anexo), e para atender com mais qualidade, a Subgerência de Tecnologia da Informação da DPE realizou, no último final de semana, a substituição da ferramenta que opera o chat, com a ampliação de comarcas atendidas, melhoria na coleta de estatísticas e atendimento por videoconferência.

Além das cidades onde estão sediados os Núcleos Regionais - João Pessoa, Campina Grande, Patos, Sousa, Cajazeiras e Guarabira -, o Chat Online incluiu atendentes de Alagoa Grande, Bayeux, Mamanguape e Santa Rita. Os cidadãos que residem em cidades não contempladas não deixam de ser atendidos via chat. Basta selecionar o Núcleo Regional mais próximo de onde vive, depois do primeiro atendimento, o usuário será direcionado para o defensor público da comarca correspondente.

Atendimentos de urgência – Durante o regime de trabalho remoto, instituído através de portaria, o atendimento está restrito às demandas de caráter urgente: quando há risco à vida ou de natureza alimentar; à liberdade, e ao perecimento de direitos.

Horário de Atendimento – O Chat Online fica ativo de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h, sem intervalo para o almoço. Após o preenchimento dos dados na janela do chat, os usuários deverão aguardar até que o atendente inicie a conversa. Dependendo do caso, o atendimento poderá evoluir para uma videoconferência.

Postado às 18h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".