Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

30 JUL
18h30

Conselho Superior escolhe a assistente social Céu Palmeira para Ouvidoria da DPE-PB


Conselho Superior escolhe a assistente social Céu Palmeira para Ouvidoria da DPE-PB
O Conselho Superior da Defensoria Pública do Estado da Paraíba escolheu, nesta quarta-feira (29), a assistente social Maria do Céu Palmeira para o cargo de ouvidora-geral da instituição. A votação com base na lista tríplice indicada pela sociedade civil aconteceu durante a 79ª Sessão Ordinária do Conselho Superior. Eleita com 6 votos, Maria do Céu assumirá a Ouvidora Geral durante o biênio 2020/2022. A posse, de acordo com o edital, deve acontecer em até 15 dias.
 
Embora três candidatos tenham sido eleitos pela sociedade civil para a lista tríplice, apenas dois disputaram o cargo e defenderam a sua candidatura na reunião do Conselho. Saulo Lúcio Dantas obteve 1 voto dos conselheiros. Já Andreia Ferreira da Silva Coutinho, candidata à reeleição, desistiu da candidatura alegando questões pessoais e de saúde.
 
“A Comissão Eleitoral trabalhou de forma profissional, mesmo no período de pandemia, para evitar que a Ouvidoria ficasse acéfala, a fim de garantir a lisura do procedimento eleitoral, que prosseguiu de forma democrática. Desejamos que a candidata eleita contribua de forma efetiva para intermediar e estreitar o canal entre a sociedade e a Defensoria Pública”, ressaltou a defensora pública Lydiana Cavalvante, integrante da Comissão Eleitoral.
 
A ELEITA - Maria do Céu é assistente social, militante dos direitos humanos, mediadora e conciliadora judicial e pós-graduanda em Métodos Adequados de Solução de Conflitos. Ela foi indicada ao cargo por três entidades da sociedade civil. Além disso, recebeu apoio de 35 entidades que fazem parte da rede de proteção às pessoas em vulnerabilidade social, a exemplo de pastorais e projetos sociais.
 
Ela é servidora da Defensoria Pública do Estado, onde atua no Núcleo de Direitos Humanos e da Cidadania (Necid). Também passou pela Câmara de Conciliação e Mediação e pela na Corregedoria Geral da instituição.
 
OUVIDORIA GERAL – O órgão coordenado pelo ouvidor geral é o elo de comunicação entre a população assistida, os movimentos sociais e a instituição. Recebe os elogios, sugestões, críticas, solicitações, reclamações, denúncias e pedidos de informação, com o objetivo de melhorar a qualidade dos serviços prestados e faz articulação comunitária com intuito de promover os serviços e difundir a instituição.

Postado às 18h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".