Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

20 OUT
21h10

Curso de Avaliação e Perícia Mercadológica prossegue com exercícios práticos


Curso de Avaliação e Perícia Mercadológica prossegue com exercícios práticos

O segundo dia do Curso de Avaliação e Perícia Mercadológica, ministrado pelo professor João Diniz Marcello, no auditório do Creci-PB, em João Pessoa, foi dos mais dinâmicos em termos de conteúdo programático, cuidadosamente elaborado por ele, considerado um dos maiores especialistas em perícia e avaliação de imóveis do Brasil.

Nesta terça-feira, foi tratada a questão dos honorários que devem ser cobrados nas avaliações de imóveis, à luz do recente e-book lançado pelo Cofeci e iniciada a parte prática. Foi discorrido ainda sobre o método comparativo direto de dados de mercado, que é o mais recomendado para se fazer uma avaliação pelos corretores de imóveis.

Exercícios práticos

“Também aplicamos exercícios práticos de avaliações de apartamentos, casas e entramos no método evolutivo, que é quando há necessidade de separar o valor do terreno do valor da edificação ou das edificações”, afirmou João Diniz, acrescentando que amanhã (3º e último dia do Curso) se aprofundará no método evolutivo, no método de capitalização da renda, dos imóveis rurais e também sobre glebas urbanizadas.

Segundo ele, dentre esses conteúdos, o método mais complexo é o evolutivo, onde há necessidade do entendimento de avaliação do terreno, lote ou área e mais as edificações e por isto mesmo é o que gera mais dúvidas, que são prontamente dirimidas, bem como dado todo o suporte necessário.

Solicitude e prestimosidade

Para quem nunca trabalhou com avaliação, o inicio do Curso sempre é difícil, causa um pouco de insegurança e incerteza, mas o papel do professor João Diniz é dotar o aluno de conhecimento para que ele tenha convicção na hora de fazer sua primeira avaliação.

Independente disso, ele sempre se coloca à disposição para ajudar e responde vários e-mails por dia, de colegas corretores de imóveis de todo o Brasil, orientando-os com ligações e instruções. “Meu objetivo é que se sintam amparados, confortáveis e saibam que terão uma assistência técnica no momento que precisarem e isso tem acontecido de forma constante. Isso é positivo e faz com que essas pessoas desenvolvam cada vez mais a atividade de avaliação de imóveis”, declarou.

Perfil dos participantes

O perfil dos participantes em João Pessoa é de corretores de imóveis que têm mais de dez anos de profissão, porém ainda não inscritos no Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários (CNAI) e detectaram essa possibilidade para se qualificar e aumentar sua rentabilidade. Outra parcela, em torno de 45%, é de corretores com menos tempo de profissão, que também almejam a inscrição no CNAI, além de haver uma menor parcela de outros profissionais que estão participando do curso.

Todos têm em comum, a atenção e o desejo em busca de qualificação, preparação e conhecimento, que é fundamental para o exercício de suas profissões.

Postado às 21h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".