Twitter Facebook

Siga Cândido Nóbrega

10 DEZ
21h04

Creci-PB realiza última sessão solene do ano de entrega de carteiras e certificados em CG


Creci-PB realiza última sessão solene do ano de entrega de carteiras e certificados em CG

O Creci-PB realizou na tarde de ontem (7), a última entrega do ano de carteiras e certificados aos novos corretores de imóveis e empresas imobiliárias na cidade de Campina Grande, durante sessão solene ocorrida no auditório do Hotel Slaviero na entrada cidade, com todas as medidas preventivas à Covid-19, preconizadas pelas autoridades sanitárias.

Para a nova corretora de imóveis Elaine Cristina Jerônimo Diniz, as expectativas são as melhores possíveis, pelo fato de acreditar que  nesse período pós pandemia, o mercado imobiliário virá super aquecido e, portanto, 2021 será um ano de muitas conquistas

“Meu esposo fez o curso, me incentivou e quando comecei a cursar, me apaixonei pela profissão e hoje em dia não me vejo em outro lugar”, declarou.

Após três anos atuando como pessoa física, Afonso Barbosa de Oliveira, recebeu o certificado como pessoa jurídica e destacou a importância de reconhecer e ser grato à atuação dos que conduzem os destinos do Creci-PB, que assumiram essa bandeira e fazem com que o Órgão seja uma referência nacional.

“A diretoria do Creci-PB continua contribuindo, trazendo respeito, ética e valor para a nossa profissão regulamentada, que proporciona segurança jurídica à transação imobiliária”, afirmou.

Ele finalizou lembrando que o corretor não é um mero vendedor:  Somos consultores de imóveis, temos que atender às necessidades dos clientes e não as nossas, ver o que é melhor para eles, porque não estão comprando uma muda de planta ou um par de sapatos, estão comprando um imóvel que é um investimento para a vida toda, talvez seja o único que cheguem a adquirir”.

 
 
 

Postado às 21h, por Cândido Nóbrega


Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".