Publicado em 29/06/2018 às 16:17

Advogado acredita que Lígia Feliciano não será candidata ao Governo do Estado

O advogado e presidente estadual do PTC, Fábio Lins, concedeu entrevista a uma emissora de TV na noite desta quinta-feira (28) onde falou sobre  vários temas dentre eles o futebol, a política nacional e local,  pesquisas eleitorais e a situação do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva perante o Supremo Tribunal Federal. Ele ainda abordou a decisão da justiça da Paraíba sobre a liminar concedida para que alguns estabelecimentos comerciais retirassem as placas contra a discriminação de gênero.
 
Para o advogado, na seara política nacional, o cenário ainda é de muita indefinição, “pois ainda há a possibilidade da candidatura de Lula, que caso seja candidato é favorito à vitória” disse Fábio Lins que destacou o crescimento de Marina Silva nessa última pesquisa.  Com relação à política local,  ele citou as candidaturas postas (Lucélio Cartaxo, João  Azevedo e José  Maranhão), e acredita  que Lígia  Feliciano não deverá se candidatar ao Governo da PB, devendo compor com alguma das chapas já postas.
 
Já para o Senado Federal, segundo presidente Estadual do PTC, a deputada estadual Daniela Ribeiro (PP)  desponta como um excelente nome, ‘ visto que representa a força da mulher paraibana, podendo ocupar a vaga ao Senado em qualquer uma das três chapas’, avaliou.  Fábio Lins lembrou também o ex-governador Roberto Paulino como um nome qualificado e que tem muita densidade eleitoral na região do Brejo polarizada por Guarabira, podendo ser uma candidatura, caso realmente seja candidato, com potencial de crescimento eleitoral.
 
Ainda falando sobre política, o advogado que acredita que o Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar em breve a situação de Lula. “ O mesmo deverá ser solto, pois há clara divergência entre os ministros da suprema corte” destacou.
 
No quesito esporte,  mais especificamente a Copa do Mundo, na opinião de Fábio Lins, o Brasil enfrentou um grupo difícil, mesmo não tendo apresentado um grande futebol deverá vencer o México sem dificuldades.
 
Na área do Direito, o presidente estadual do PTC se posicionou de forma contrária à decisão judicial que determinou a algumas empresas não afixarem cartazes sobre a vedação a discriminação de gênero. “Possivelmente, essa liminar concedida será objeto de um recurso do próprio estado da Paraíba”, comentou.
 
Assessoria