Publicado em 05/12/2018 às 13:56

Presidente da Câmara de Bayeux cobra da Agevisa desinterdição do Hospital Materno

O vereador presidente da Câmara Municipal de Bayeux, Adriano da Silva Nascimento, popularmente como Adriano do Táxi, cobrou agilidade da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), no sentido de conferir o atendimento das exigências feitas pelo Órgão em relação ao Hospital Materno.

Ele destacou que todas as exigências foram cumpridas e citou vários exemplos, a partir da organização da Central de Material e Esterilização (CME), que recebeu nova pintura das paredes e teve o equipamento autoclave revisado.

Adriano do Táxi lembrou ainda que o bloco cirúrgico também recebeu, além de nova pintura, novo piso e equipamentos para salas de partos, tanto normal como cesárea, equipadas com monitor cardíaco, oxímetro de pulso, bomba de infusão (para medição). “O aspirador para utilizar na hora da cirurgia também foi revisado e a sala do recém nascido (RN) está equipada com monitor cardíaco e oxímetro de pulso”, acrescentou.

Por fim, ele lembrou que todas as medições necessárias para o setor, bem como material para partos, estão completos e dentro da validade, com equipes médica e de enfermagem. “Faz-se necessário agora que a Agevisa compareça ao Hospital para concluir tudo isso e ponha fim à interdição, pois grande parte da população de Bayeux se encontra prejudicada por falta de atendimento médico-hospitalar”, alertou.