Publicado em 10/06/2019 às 19:56

IETPB-PB firma convênio com a Guaraves para a recuperação de crédito

Gerente comercial do Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil , Seção Paraíba, Erick Ribeiro destacou o convênio firmado com a empresa Guaraves, uma das maiores produtoras de frango do País, localizada na cidade de Guarabira, na região do Brejo paraibano.

Ele explicou a importância do convênio para o Instituto e para a empresa, decorrente do interesse de ambas as partes e acrescentou que a Guaraves precisava de uma ferramenta que pudesse auxiliar ainda mais na recuperação de crédito nos mercados paraibano e nacional.

“O interesse foi de ambas as partes para que todo o sistema de recuperação de crédito fosse feito pelos cartórios de protesto de títulos, que são a única instituição federativa que tem essa prerrogativa, de maneira legal, como determinam a Corregedoria de Justiça e as ações judiciais”, disse Erick.

Ferramenta 100% on line

Ele destacou as principais vantagens para as empresas que firmam convênio com o IETPB-PB . O convênio, segundo ele, possibilita o fim da burocracia e da necessidade de envio de documentos para os cartórios. Outra vantagem é a utilização de uma ferramenta 100% online (digital) que agrega valor e faz o acompanhamento passo a passo do título que for emitido para a recuperação.

 “É possível saber o passo a passo, o histórico do título. Quem é tomador de decisão dentro de uma empresa e quem tem- e quer continuar tendo- uma gestão eficiente na empresa, vai saber o passo a passo da recuperação através da ferramenta online sem muitas dificuldades”, reforçou Erick.

Indagado se há despesa para as empresas, ele disse que, o custo que antes havia - e era chamado de antecipação de emolumentos - que são as custas cartoriais, deixa de existir mediante a celebração de convênio com o Instituto de Estudos de Protesto de Títulos. “É a nova fase da postergação, ou postecipação dos emolumentos de protestos de títulos”, frisou.

Grande vantagem para o credor

Segundo ele, isso se constitui numa grande vantagem para o credor porque o investimento é muito pequeno e poderia ser muito maior por outras vias de recuperação existentes no mercado. “Isso abre um leque gigante de possibilidades para que possam enviar títulos para recuperação. Esse serviço todo feito pelo Instituto é compensado por uma taxa pequena, insignificante. É um instrumento que nenhuma empresa deveria deixar de trabalhar”, declarou ele.

Conforme Erick, as custas cartoriais não são mais necessárias. “Isso hoje é uma grande vantagem para o credor, e abre um leque gigante de possibilidades, mediante o pagamento de uma taxa única, baixa e acessível. É a melhor taxa do mercado. É um instrumento que nenhuma empresa deveria deixar de lado”, aconselhou o gerente comercial do IETPB-PB.

Ele citou outros exemplos de empresas que, igual à Guaraves, estão trabalhando com o Instituto, a exemplo do Lojão do Ferro e grandes administradores de condomínio a exemplo da USE, da ELLO e da ECOL. “São várias as empresas que estão aderindo a esse serviço porque sabem que agregam valor considerável na recuperação de créditos, com investimento quase zero, posso garantir”, finalizou.