Publicado em 04/01/2021 às 11:19

Empresas paraibanas devem incluir sustentabilidade como meta em 2021

A busca por alternativas sustentáveis na adoção de medidas relacionadas ao desenvolvimento econômico na Paraíba estará em alta neste ano de 2021. Essa é a avaliação de especialistas que integram o programa ‘SustentaMundoBr-Parahyba’, cujo intuito é incorporar a realização de práticas voltadas à mitigação dos impactos causados ao meio ambiente no dia a dia dos cidadãos. 
 
“Estudos recentes mostram que o brasileiro está mais preocupado com a pauta ESG (do inglês ‘environment, social and governance’) do que com uma recuperação econômica acelerada e nociva ao planeta”, salienta Eleine Bélaváry, coordenadora de mobilização e educação do ‘SustentaMundoBr-Parahyba’, ao reforçar a inserção de critérios ambientais, sociais e de governança nas empresas neste período de pandemia de Covid-19. 
 
Bélaváry refere-se à pesquisa encomendada pelo Instituto Akatu (organização que promove o consumo consciente) e realizada pela empresa GlobeScan cujos resultados mostraram que 71% dos brasileiros preferem uma reestruturação econômica que priorize a redução das desigualdades e o meio ambiente, em detrimento ao crescimento acelerado. 
 
Os dados estão em sintonia com o programa que vem sendo desenvolvido nas cidades de João Pessoa e de Cabedelo e que estimula a coleta seletiva, a educação ambiental e a geração de emprego e renda. “Esses pontos, e não apenas os indicadores econômicos, devem compor a métrica para avaliar o desenvolvimento de uma localidade. É que o ‘SustentaMundoBr-Parahyba’ vem pregando no estado”, pontua Claudio Tieghi, coordenador da área comercial. 
 
O programa também está alinhado com a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) que possui 17 objetivos de desenvolvimento sustentável e 169 metas a serem cumpridas por todos os 193 países pactuados, incluindo o Brasil. “A base da agenda é assegurar que as pessoas possam aproveitar o progresso econômico, social e tecnológico de uma forma harmônica com o meio ambiente”, acrescenta Tieghi. 
 
Na Paraíba, algumas empresas e órgãos públicos já adotam critérios de sustentabilidade em suas rotinas, a exemplo de tribunais e universidades, contudo, a mudança nos hábitos pode estar mais presente no cotidiano dos paraibanos e contribuir para a melhoria dos indicadores. A coordenadora de Operações, Aparecida Queiroz, conclui: “Ao estimular a coleta seletiva, além de colaborar com a natureza, as pessoas ressignificam o sentido da economia tornando-a mais benéfica e com efeitos mais duradouros”.
 
Sobre o ‘SustentaMundoBr-Parahyba’ - O programa foi desenvolvido por uma equipe multidisciplinar em parceria com o Instituto Brasileiro do Ambiente Sustentável (IBAS) - www.ibasbrasil.org.br - para incentivar a coleta seletiva em municípios a partir de condomínios residenciais. Foram estabelecidos os processos para que a destinação correta dos recicláveis aconteça e chegue a uma central de triagem operada por cooperativas que comercializam o material de forma a gerar trabalho e renda para catadores e suas famílias.
 
Siga no Instagram: @sustentamundobr
 
Acesse: www.sustentamundobr.com.br
 
Contato: contato@sustentamundobr.com.br