Publicado em 22/02/2021 às 10:02

Energisa Borborema investe R$ 404 mil em eficiência energética do SAS de CG

Ao todo, estão sendo substituídas 139 luminárias e lâmpadas por equipamentos de LED, que consomem menos energia, iluminam melhor e duram mais tempo; 61 aparelhos de ar-condicionado; conjunto para aquecimento solar de água composto por: 10 boilers com capacidade de 1.000 litros cada, 50 coletores solares necessários para o aquecimento da água de forma eficiente. O sistema de aquecimento solar irá substituir a utilização de 47 chuveiros elétricos, o equivalente a cerca de 3.384 kWh/mês do consumo do hospital.
 
A Energisa Borborema, concessionária que fornece energia elétrica a seis municípios da Paraíba, está empenhada no combate à pandemia de Covid-19. Nesse sentido, a empresa, além de garantir o fornecimento de energia às unidades de saúde, tem priorizado investimentos em projetos de eficiência energética nesses locais. Assim, hospitais e outras instituições podem economizar com o consumo de energia e ter mais recursos para aplicar no atendimento aos pacientes.
 
Os projetos incluem uma série de melhorias nos sistemas de instalações elétricas, iluminação, condicionamento de ar e refrigeração, com substituição de aparelhos antigos por equipamentos mais novos e eficientes em instituições de saúde do estado. O primeiro hospital contemplado foi o SAS de Campina Grande, que deve ter as melhorias concluídas até o dia 30 de março. Os investimentos da distribuidora chegam a R$ 404 mil e fazem parte do Programa de Eficiência Energética da Energisa, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
 
Ao todo, estão sendo substituídas 139 luminárias e lâmpadas por equipamentos de LED, que consomem menos energia, iluminam melhor e duram mais tempo; 61 aparelhos de ar-condicionado; conjunto para aquecimento solar de água composto por: 10 boilers com capacidade de 1.000 litros cada, 50 coletores solares necessários para o aquecimento da água de forma eficiente. O sistema de aquecimento solar irá substituir a utilização de 47 chuveiros elétricos, o equivalente a cerca de 3.384 kWh/mês do consumo do hospital.
 
Com as melhorias implementadas nas unidades de saúde, a previsão de economia chega a 171 MWh à instituição, energia suficiente para abastecer 90 residências que consomem 1.884 kWh por ano. “Para nós da Energisa, este programa é muito importante porque permite a redução do desperdício de energia e possibilita a aplicação do recurso desta economia em outras áreas, beneficiando diretamente o paciente. Neste momento de pandemia, é de extrema importância voltarmos a atenção à saúde pública”, afirma Marcio Zidan, diretor-presidente da Energisa na Paraíba.
 
As ações são realizadas por meio do Programa de Eficiência Energética, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).