Skip to content Skip to footer

Prêmio Unimed João Pessoa de Jornalismo tem categoria dedicada ao fotojornalismo

Prêmio Unimed João Pessoa de Jornalismo tem categoria dedicada ao fotojornalismo

Prêmio Unimed João Pessoa de Jornalismo tem c

A fotografia faz parte do dia a dia, e os celulares com lentes cada vez mais potentes tornam acessíveis o registro de flagrantes. Não é raro observar na imprensa fotos de pessoas comuns – porém ao falar em fotojornalismo, a imagem não pode ser reduzida ao momento do clique, ao acaso e coincidência. Para estimular a produção fotojornalística qualificada e celebrar os profissionais e estudantes que trabalham com a imagem estática, o 1º Prêmio Unimed João Pessoa de Jornalismo dispõe de uma categoria específica para o fotojornalismo.

Para a professora de fotojornalismo da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Agda Aquino, o uso que a pessoa faz do equipamento é o que define um fotojornalista. “É a observação dos fatos, saber se posicionar bem, entender sobre luz, enquadramento e critérios de noticiabilidade. O que vale aquela foto e como fazer para que aquele assunto seja destaque dentro do enquadramento. O clique é um conjunto de saberes técnicos e estéticos da mesma forma que é escrito um texto jornalístico”, afirma.

Agda não minimiza a importância de bons equipamentos e condições de trabalho, mas ressalta que, para ela, ter o domínio do equipamento sozinho é suficiente. “O olhar fotográfico atento, o entendimento da estética, da luz, composição, do que é notícia, são pensamentos primordiais na hora de fazer o fotojornalismo”, explica. A professora aponta que é possível qualquer um fazer fotos jornalísticas de qualidade nos dias atuais, mas que nem todos têm o interesse de estudar o que é necessário para uma boa foto jornalística. “Não se nasce sabendo, existem pessoas com olhar mais apurado devido às vivências, mas também se aprende, com investimento em educação, exercício e prática. O 1º Prêmio Unimed João Pessoa de Jornalismo será importante para estimular novas pessoas ou mesmo quem já está no mercado a fazer um trabalho cada vez melhor”, aponta.

Para o professor Rostand Melo, também da UFPB, além de apresentar ao público um registro visual que seja o mais próximo da realidade concreta dos fatos, o fotojornalismo não pode abrir mão da criatividade e tom provocador, principalmente quando vai além da mera documentação e consegue contribuir para a interpretação e contextualização. “Como a imagem tem o potencial de exercer sobre o público um forte apelo emocional, o fotojornalismo deve ser trabalhado com sensibilidade, empatia e ética”, ressalta.

Rostand acrescenta que uma categoria específica para foto no Prêmio Unimed JP de Jornalismo é um espaço de estímulo à produção bem como uma oportunidade de reconhecimento aos profissionais que atuam com destaque na mídia local. “Acredito que a premiação pode revelar nomes promissores no fotojornalismo e dar visibilidade às produções que abordem a temática da saúde”, completa.

Inscrições e regulamento – O prêmio faz parte das comemorações dos 50 anos da Unimed João Pessoa, e poderão concorrer profissionais de imprensa e estudantes com reportagens publicadas ou exibidas entre 1º de janeiro e 31 de agosto de 2022. Nesta primeira edição, o tema é “saúde e qualidade de vida em João Pessoa”. Os vencedores serão conhecidos em novembro de 2022. O regulamento e a ficha de inscrição do Prêmio de Jornalismo estão disponíveis na página comemorativa dos 50 anos da Unimed João Pessoa (www.unimedjp.com.br/50anos/premiodejornalismo). As inscrições serão on-line e também devem ser feitas pelo mesmo endereço. Dúvidas e solicitação de informações podem ser encaminhadas para o e-mail imprensa@unimedjp.com.br. Nas categorias Texto, TV, Rádio e Foto serão premiadas as três melhores reportagens. O primeiro colocado receberá R$ 4 mil; o segundo, R$ 2 mil; e o terceiro, R$ 1 mil. Na categoria Universitário, será premiado o 1º colocado com valor de R$ 1 mil.

Sobre a Unimed JP — Com 50 anos de história, a Unimed João Pessoa é uma cooperativa de trabalhos médicos que se consolidou como a melhor e maior operadora de planos de saúde da Paraíba. Além dos mais de 1,7 mil médicos cooperados, possui a mais completa rede de assistência médico-hospitalar privada do Estado. São diversos hospitais, sendo dois próprios — um geral e um pediátrico, referências em alta complexidade —, além de clínicas, prontos-socorros e laboratórios à disposição dos 160 mil clientes. Comprometida com o desenvolvimento sustentável, é signatária do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU). Tudo isso garante à Unimed JP a liderança absoluta no segmento de saúde suplementar no mercado paraibano.

ategoria dedicada ao fotojornalismo

Show CommentsClose Comments

Leave a comment