Skip to content Skip to footer

OAB-PB e Abracrim lançam Clube de Leitura da Advocacia

OAB-PB e Abracrim lançam Clube de Leitura da Advocacia

A Comissão de Direito, Arte e Cultura da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), e a Comissão de Literatura e Arte da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (ABRACRIM-PB) lançaram recentemente no Soul Empório e Cafeteria, o Clube de Leitura da Advocacia, que tem como objetivo promover o encontro da advocacia com autores e autoras de obras literárias que tenha convergência como o mundo jurídico.

“Naturalmente temos a necessidade de estarmos sempre se atualizando na leitura técnica da área jurídica e a cada vez mais converge a aplicação, a interpretação do Direito com as nuances trazidas pela arte e a literatura. Então, é importante que a gente marque posição para que esses encontros do clube da leitura se transforme num ponto de convergência de ideias e novos aprendizados e saberes entre a advocacia e o mundo da literatura”, explicou Rômulo Oliveira, presidente Comissão de Direito, Arte e Cultura da OAB-PB.

Rômulo Oliveira acrescentou que o Clube da Leitura será bimestral e ficará marcado na agenda de eventos da OAB-PB. No primeiro encontro, dessa quinta-feira, o evento contou com a participação da premiada escritora e também advogada, Marília Arnaud, que apresentou e debateu sobre sua nova obra: O Pássaro Secreto, romance vencedor do Prêmio Kindle de Literatura 2021.

Na oportunidade, a OAB-PB e a Abracrim também homenagearam a escritora paraibana como forma de reconhecimento ao valor do conjunto de sua obra literária, em prol da cultura nordestina e brasileira. A vice-presidente da Comissão de Direito, Arte e Cultura da OAB-PB e Presidente da Comissão Nacional de Arte, Cultura e Literatura Poeta Ronaldo Cunha Lima da ABRACRIM, Ezilda Melo, Ezilda Melo, destacou que o intuito do Clube de Leitura da Advocacia é dar ênfase e destaque à produção literária local.

“O debate de “O Pássaro Secreto”, foi o primeiro livro debatido no Clube de Leitura da Advocacia, numa noite de confraternização em torno da literatura. A obra escolhida conquistou lugar de destaque na literatura contemporânea brasileira. A escritora paraibana de Campina Grande, estudou Direito na UFPB, trabalha no TRT e se dedica à literatura desde a década de 1980”, comentou.

Ezilda explicou que o livro retrata um “drama familiar sobre uma adolescente com problemas psicológicos, escrito de forma poética, onde a prosa ganhou um lirismo característico do talento que consagrou Marília Arnaud como uma das mais reconhecidas escritoras brasileiras da atualidade.

“Os advogados que participaram do evento tiveram a oportunidade de fazer perguntas sobre o livro diretamente à escritora, que gentilmente respondeu e contou os bastidores sobre como ocorreu o processo de escrita de seu romance mais conhecido. Além deste, também escreveu “Liturgia do Fim” e “Suíte de Silêncios”.

Após o debate, aconteceu uma sessão de autógrafos dos três romances de Marília Arnaud, que recebeu do presidente da Comissão de Direito, Arte e Cultura da OAB-PB, Rômulo Oliveira, e da presidente da Comissão Nacional de Arte, Cultura e Literatura Poeta Ronaldo Cunha Lima da ABRACRIM, Ezilda Melo, Menções de Reconhecimento.

“O direito como narrativa traz para o profissional jurídico a necessidade de utilizar o poder da palavra na construção de peças, textos técnicos, pareceres, fundamentações teóricas e também na argumentação oral. Um romance traz inúmeras visões hermenêuticas, como ficou claro no evento, quando externadas múltiplas interpretações sobre o livro “O Pássaro Secreto. É um exercício semelhante ao que ocorre na escrita e leitura do universo jurídico”, afirmou Ezilda Melo.

O próximo encontro ocorrerá em 11 de agosto de 2022 e a obra que será lida e debatida é “Pedra do Reino “, do Mestre Ariano Suassuna, que nesse ano de 2022 completa 95 anos. O mediador será Raíque Lucas que recentemente escreveu “Direito, Literatura e Sertão”, análise decolonial sobre essa peça de teatro, que é uma das mais conhecidas de Ariano Suassuna.

CineOAB

Rômulo Oliveira revelou que no próximo mês de julho a Comissão irá retomar as atividades do projeto CineOAB. “Em um mês vamos estar dialogando cinema, no outro com a literatura, e mais adiante teremos outras atividades de nossa comissão de Direito, Cultura e Arte”, observou.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment